Deus e o diabo na terra do sol

8797

Deus, a religião e a noção de pecado são temas comuns aos dois filmes em competição na sessão de Outubro do Shortcutz Guimarães. “Reino” e “Deus providenciará” são dois filmes bem distintos na estética e na narrativa, mas que se tocam nas escolhas temáticas que têm para apresentar. Entre as duas obras há outra ponte: o território marcadamente português, movimentando-se entre o Porto e o interior Norte do país.

O primeiro filme a ser projectado na sessão #04 do Shortcutz Guimarães é “Reino”, uma curta-metragem com argumento e realização de João Monteiro e interpretação de Eloy Monteiro. Este filme-ensaio sobre a espiritualidade e uma certa ideia de lugar, parte de uma citação da Bíblica e tem a cidade do Porto como pano de fundo.

A religião é o ponto de tensão fundamental de “Deus Providenciará”, de Luís Porto. Esta ficção é construída em torno de mulher, Maria (Isabel Abreu), que vive sozinha numa aldeia recôndita do interior. Ela é uma mulher de fortes convicções morais e religiosas, mas que terá que lidar com o medo da ostracização e do julgamento popular e o seu temor a Deus.

O filme convidado da sessão de Outubro do Shortcutz Guimarães é “Luminita”, obra de André Marques, de 2013, premiado em diversos festivais como o Curtas de Vila do Conde, onde recebeu o prémio do público, o Festival Internacional de Gijón, em Espanha, onde recebeu o prémio especial do júri e foi reconhecido pelo seu argumento, ou o festival de Cinema Luso-Brasileiro, no qual foi agraciado com uma menção especial do júri.
O filme, rodado na Roménia e interpretado por actores romenos (Constantin Cojocaru, Damian Victor Oancea, Dorina Lazar) retrata o reencontro de dois irmãos que não se comunicam há anos e voltam a ver-se no funeral da sua mãe. Aí, têm lidar com a família enlutada, as obrigações enquanto filhos e os seus próprios sentimentos de perda.

Reino de João Monteiro

Deus Providenciará de Luís Porto

Luminita de André Marques

Anúncios

#04 Luminita

luminita-still-2

#04 Luminita, de André Marques

20’; 2013

Com Constantin Cojocaru, Damian Victor Oancea, Dorina Lazar
Realização: André Marques
Direcção de Fotografia: Claudiu Ciprian Popa
Edição: Adelina Bichis

Sinopse: Dois irmãos que não se comunicam há anos encontram-se no funeral da sua mãe, onde têm de lidar com a sua família de luto, as suas obrigações enquanto filhos e os seus próprios sentimentos de perda.

#04 Deus Providenciará

still_god-will-provide_isabel-abreu

#04 Deus Providenciará, de Luís Porto

15’; 2015

Com Isabel Abreu, Pedro Manana
Realização: Luís Porto
Produção: Laura Milheiro

Sinopse: Maria vive sozinha no interior do país numa aldeia recôndita. É uma mulher de fortes convicções morais e religiosas. Sozinha e isolada não tem como justificar uma gravidez súbita e indesejada. À saída do hospital, onde lhe foi confirmada a gravidez, Maria não sabe o que fazer. “Como conciliar a exigência da religião com a sua vontade?” Mas um acidente pode ser a solução – basta que permaneça quieta! Ninguém a poderia culpar por um acidente, pois não? Maria está sozinha. Na igreja, Maria encontra o seu consolo e combate a solidão, mas o seu refúgio é agora o seu calvário. O que falará mais alto: o medo da ostracização e do julgamento popular, o amor a Deus ou… o temor a Deus?

#04 Reino

reino-still-00

#04 Reino, de João Monteiro

11’; 2016

Com Eloy Monteiro
Realização/Edição/Argumento: João Monteiro
Produção/Distribuição: A Severa Filmes

Sinopse: “Na época desses reis, o Deus dos céus estabelecerá um novo reino que jamais será destruído. Esse novo reino destruirá e exterminará todos esses outros reinos, e subsistirá para todo o sempre.” – Daniel 2:44

Júri do Shortcutz Guimarães anunciado

JCF_9666Os nomes dos jurados que vão escolher os premiados da primeira temporada do Shortcutz Guimarães já são conhecidos. O júri de 2016 foi anunciado no final da sessão de Setembro e é composto por cinco pessoas: Luísa Alvão, Samuel Silva, Tânia Dinis, Rui Silva e Paulo Cunha.

Tal como é estabelecido no Regulamento do Shortcutz Guimarães fazem parte do júri dois elementos da equipa de organização deste evento, um elemento da direcção do Cineclube de Guimarães, parceiro local do certame, e dois convidados que trabalhem nas áreas do cinema, artes visuais ou multimédia.

Assim sendo, em representação da organização do Shortcutz Guimarães, têm assento no júri Luísa Alvão, produtora, e Samuel Silva, jornalista. O dirigente do Cineclube de Guimarães e editor da revista Enquadramento Rui Silva será outros dos responsáveis pela escolha dos vencedores. São também jurados da primeira temporada a actriz e realizadora Tânia Dinis – cujo premiado filme “Não são favas, são feijocas” foi a curta-metragem convidada da sessão de Maio do Shortcutz Guimarães – e o professor, investigador, programador e crítico de cinema Paulo Cunha.

Estes cinco jurados vão rever os dez filmes em competição na primeira temporada do Shortcutz Guimarães e escolher os vencedores das sete categorias a concurso: Melhor curta do ano, Melhor Realizador, Melhor Actor, Melhor Actriz, Melhor Argumento, Melhor Fotografia, Melhor Edição. O regulamento prevê ainda a possibilidade de serem atribuídas menções especiais. O júri reserva-se o direito de não atribuir prémios nas categorias onde entenda que não foram apresentados trabalhos merecedores da distinção.

Os vencedores do Shortcutz Guimarães 2016 serão conhecidos na sessão especial de entrega de prémios, a realizar a 28 de Dezembro. Como habitualmente, a sessão terá lugar na sede do Cineclube de Guimarães, a partir das 21h45.