Shortcutz associa-se ao lançamento do Ócio

13000314_1074457669277123_4755595553051988071_n.pngO Shortcutz Xpress Guimarães vai estar no evento de lançamento do portal Ócio, que acontece no próximo sábado. O programa para um dia recheado de propostas artísticas em Guimarães chama-se “O Ócio Ocupa”: são oito horas durante as quais o novo projecto editorial vai levar à sede do Cineclube de Guimarães uma mostra de algumas das propostas culturais mais interessantes do Minho.

O Ócio é um projecto cultural multiplataformas criado para chegar ao público de toda a região do Minho. A proposta do Shortcutz Xpress Guimarães para “O Ócio Ocupa” é, por isso, uma selecção de videoclips de bandas do Minho, que vão poder ser vistos ao longo de todo o dia numa instalação criada para o efeito na sede do Cineclube.

Das escolhas da equipa do Shortcutz Xpress Guimarães fazem parte filmes para músicas de Paraguaii, Homem em Catarse e This Penguin Can Fly, três projectos que também apresentarão showcases ao vivo ao final da tarde, no âmbito do mesmo evento. Também serão exibidos vídeos de Bed Legs e Grandfather’s House.

Além da selecção de videoclips feito pelo Shortcutz Xpress Guimarães, fazem parte do programa do “O Ócio Ocupa” exposições (de fotografia e ilustração), concertos, uma performance teatral pelos alunos do curso de teatro da Universidade do Minho e um mercado (com Livros, discos, ilustração e comes&bebes). O evento tem início às 11h00, prolongando-se até às 19h00. À noite, o Centro para os Assuntos da Arte e da Arquitectura recebe o concerto dos britânicos Sly and the family drone, numa organização da promotora vimaranense Revolve, que também está associada ao lançamento do portal cultural.

Anúncios

#01 Agora a competição

8797

Depois da muito bem-sucedida sessão de lançamento do Shortcutz Xpress Guimarães, na qual uma sala cheia assistiu a curtas já premiadas noutras cidades que pertencem à rede Shortcutz, chega a hora de o evento arrancar oficialmente. O que quer dizer que, na sessão de Abril, já haverá filmes em competição, que concorrem aos prémios de uma das sete categorias que serão entregues na sessão especial do final do ano A primeira selecção mostra bem o leque de possibilidades que cabem nesta mostra de curtas-metragens, com um filme de animação e um drama de contornos algo surrealistas como primeiras propostas.

Na sessão #01, o Shortcutz Xpress Guimarães vai passar “Loopi e Gugo”, um filme de animação realizado por João Sousa, sobre dois monstros e um amor em comum: gelados. O outro filme em competição neste mês tem gente de carne e osso. “Lux” é uma obra de Bernardo Lopes e Inês Malveiro, com actores como Sérgio Moura Afonso, José Pimentão e Anna Carvalho. A curta é inspirada num conto de Leonardo Da Vinci (“A Aranha no Buraco da Fechadura”) e retrata o bloqueio criativo de um escritor.

Depois de personagens desenhadas e gente de verdade, chegará a vez da primeira curta-metragem  convidada pelo Shortcutz Xpress Guimarães. E não podia fazer mais sentido a escolha para a sessão #01. “A Glória de fazer cinema em Portugal”, de Manuel Mozos, é formalmente um documentário, mas explora as fronteiras do real e da ficção, mercê do argumento de Eduardo Brito.

O argumentista apresentará pela primeira vez em Guimarães, cidade de onde é natural, esta obra estreada no festival Curtas de Vila do Conde, no ano passado, e que foi premiada com uma menção honrosa do júri na competição internacional do DocLisboa e o prémio para melhor curta-metragem Festival de Cinema Luso-Brasileiro de Santa Maria da Feira.

A sessão #01 do Shortcutz Xpress Guimarães acontece a 27 de Abril, pelas 21h45, na sede do Cineclube de Guimarães, que é parceiro da chegada a Guimarães deste evento internacional.

Veja no blog do Shortcutz Xpress Guimarães as sinopses e fichas técnicas de cada um dos filmes escolhidos.

“Loopi e Gugo”, de João Sousa

“Lux”, de Bernardo Lopes e Inês Malveiro

“A Glória de fazer cinema em Portugal”, de Manuel Mozos

#01 “A Glória de fazer cinema em Portugal”

a_gloria_de_fazer_cinema_03

#01 “A Glória de fazer cinema em Portugal”, de Manuel Mozos

16’; 2015

Realização: Manuel Mozos

Argumento: Eduardo Brito

Direcção de Fotografia: Miguel Ângelo

Montagem: Ricardo Freitas, Tiago Ramiro

Música: Joana Gama, Luís Fernandes

Som: Thiago Perry de Sampaio

Voz Off: Manuel Mozos

Produção: Miguel Dias, Curtas Metragens C.R.L

 

Sinopse: A 18 de Setembro de 1929, José Régio escreveu uma carta a Alberto Serpa onde manifestou a vontade de fundar uma produtora para começar a fazer cinema. Para isso, pediu-lhe que contactasse um amigo seu, que teria uma câmara de filmar. Durante quase noventa anos, nada se soube sobre o desfecho deste pedido: nunca se encontrou qualquer resposta de Serpa à carta e Régio não terá voltado a mencionar o assunto. Porém, a descoberta de velhas bobines no espólio de um coleccionador, parece conter o desfecho desta história.

#01 “Lux”

LUX 2.jpg

“Lux”, de Bernardo Lopes e Inês Malveiro

10’36’’; 2015

Com Sérgio Moura Afonso, José Pimentão, Anna Carvalho

Realização: Bernardo Lopes, Inês Malveiro

Direcção de Fotografia: Pedro Ariel

Edição: César dos Santos

Som: Henrique Silva

Produção: Mariana Mendes

 

Sinopse: Inspirado no conto A Aranha no Buraco da Fechadura, de Leonardo Da Vinci, este drama retrata o processo que Pedro, um escritor insatisfeito, resolve ultrapassar para chegar a uma ideia para o seu novo romance usando um fenómeno insólito de fabrico de lâmpadas que se inicia em sua casa.

#01 “Loopi e Gugo”

poster_02

“Loopi e Gugo”, de João Sousa

3’52’’; 2015

 

Realização: João Sousa

Música: Input Studios

Vozes: José Pestana

 

Sinopse: Loopi e Gugo são dois monstros que a única coisa que têm em comum é o seu amor por gelado. Loopi é uma frenética e pequena monstrazinha azulada que vai fazer de tudo para conseguir roubar o gelado do grande e teimoso Gugo.