Júri de 2018 anunciado

shortcutz-logos-box

Os nomes dos jurados que vão escolher os premiados da terceira temporada do Shortcutz Guimarães já são conhecidos. O júri de 2017 foi anunciado no final da sessão de Outubro e é composto por cinco pessoas: Luísa Alvão, Samuel Silva, Sara David Lopes, João Pedro Vaz e Benjamim Sampaio.

Tal como é estabelecido no Regulamento do Shortcutz Guimarães 2018 fazem parte do júri dois elementos da equipa de organização deste evento, um elemento da direcção do Cineclube de Guimarães e dois convidados que trabalhem nas áreas do cinema, artes visuais ou multimédia.

Assim sendo, em representação da organização do Shortcutz Guimarães, têm assento no júri Luísa Alvão, produtora, e Samuel Silva, jornalista. O professor e dirigente do Cineclube de Guimarães Benjamim Sampaio representa a associação.

É também jurada da terceira temporada Sara David Lopes, que faz tradução e legendagem para cinema e é co-directora do Festival Olhares do Mediterrâneo. A jurada foi convidada da sessão de Outubro do Shortcutz Guimarães, na secção “Carta Branca”.

O quinto elemento do júri foi quem inaugurou esta secção, no início deste ano. É João Pedro Vaz, actor e encenador, que dirige a companhia vimaranense teatro Oficina e a cooperativa cultural A Oficina, que é responsável pela programação do Centro Cultural Vila Flor e Centro de Internacional de Artes José de Guimarães, entre outros espaços.

Estes cinco jurados vão rever os doze filmes em competição na segunda temporada do Shortcutz Guimarães e escolher os vencedores das cinco categorias a concurso: Melhor curta do ano, Melhor Realizador, Melhor Fotografia, Melhor Intérprete, Melhor Argumento.

Podem ainda ser atribuídas menções especiais. O júri e a equipa organizadora local reserva-se o direito de não atribuir prémios nas categorias onde entenda que não foram apresentados trabalhos merecedores da distinção.

O prémio de Melhor curta do ano tem o valor pecuniário de 500 euros, financiados pelo Cineclube de Guimarães e pelo Município de Guimarães.

À semelhança do que aconteceu em 2016, será ainda atribuído um prémio do público, com base nas votações dos presentes em cada uma das sessões competitivas.

Os vencedores do Shortcutz Guimarães 2018 serão conhecidos na sessão especial de entrega de prémios, a realizar a 22 de Dezembro.

Anúncios

Pixel Frio

PIXELFRIO_03

Sessão Especial Shortcutz Guimarães | Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura

Pixel Frio, de Rodrigo Areias

Ficcção; 15’; 2018

 

Realização: Rodrigo Areias

Produção: Rodrigo Areias, Bando à Parte

Argumento: Rodrigo Areias

Fotografia: Jorge Quintela

Montagem: Rodrigo Areias

Som: Sérgio Silva, Pedro Marinho

Com: Miguel Moreira, Ana Ribeiro, André Cepeda

 

Sinopse: Eles gerem um espaço cultural. Ele acredita na evolução tecnológica. Ela acredita que o amor é estático. Uma última exposição e um último espetáculo.

 

Declive

eb_declive_2-cópia.jpg

Sessão Especial Shortcutz Guimarães | Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura

Declive, de Eduardo Brito 

Ficção; 7′04″; 2018

 

Realização: Eduardo Brito

Produção: Rodrigo Areias, Bando à Parte

Argumento e Fotografia: Eduardo Brito

Montagem: Eduardo Brito, Luís Costa

Som: Pedro Marinho, Vasco Carvalho

Com: André Ferreira, Miguel Ferreira

 

Sinopse: Depois, uma casa vai parecer esperar-te: como num declive, esta é uma história inclinada sobre a memória dos lugares e das coisas, sobre regressos e recomeços.

Agouro

AGOURO_01.jpg

Sessão Especial Shortcutz Guimarães | Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura

Agouro, de David Doutel e Vasco Sá 

Animação; 15’; 2018

 

Realização: David Doutel, Vasco Sá

Produção: Rodrigo Areias, Bando à Parte; Barbara Vougnon, Fabienne Giezendanner, Zéro de Conduite Productions

Argumento e Montagem: David Doutel, Pedro Bastos, Vasco Sá

Som: Pedro Marinho

Animação: Boris Brenot, Miguel Lima, Remi Juillet

 

Sinopse: Um inverno rigoroso congela a superfície de um rio junto à casa onde vivem dois primos. Envolta no vento gelado que se levanta naquele dia, a rudeza da relação entre os dois cresce, atingindo o limite.

Invertemos os papéis

still-3-1.jpg

Será uma sessão às avessas a que o Shortcutz Guimarães propõe para o mês de Outubro. Em competição há dois filmes que invertem os papéis que habitualmente esperamos ver desempenhados nas narrativas cinematográficas. Numa das curtas-metragens há cães que parecem ter emoções humanas; noutra há casas que voam com gente a fugir ao deserto.

O primeiro filme em competição na próxima sessão é “Thursday Night”, um ‘thriller’ protagonizado por duas cadelas. Realizado por Gonçalo Almeida, o filme estreou no Curtas Vila do Conde e teve passagem pelo festival de Sundance, nos EUA, um dos mais importantes do cinema independente em termos internacionais.

“Thursday Night” é o motivo para o regresso de Gonçalo Almeida ao Shortcutz Guimarães depois de, no ano passado, ter apresentado “Condrong”. O filme foi um dos premiados na edição 2017, recebendo o galardão para a melhor realização – ex-aequo com Gonçalo Loureiro, por “Marasmo”.

Na competição de Outubro será também exibido “Água Mole”, um filme de animação de Laura Gonçalves e Xá (Alexandra Ramires), produzido pelo colectivo vimaranense Bando à Parte.

Desenvolvida com recurso à técnica da gravura, este filme é um retrato poético da desertificação do interior do país através do ponto de vista dos que se recusam a abandonar o local onde nasceram, juntando entrevistas reais a uma narrativa ficcionada. “Água Mole” passou, entre outros festivais, pela 42.ª edição do Toronto International Film Festival.

A convidada da sessão é Sara David Lopes, Co-directora do Festival Olhares do Mediterrâneo a quem entregamos a “Carta Branca” da sessão. A escolha recaiu sobre Negah (Gaze), de Farnoosh Samadi, um filme iraniano, premiado internacionalmente em vários festivais durante o último ano e que fez parte da selecção, entre outros, dos festivais de Locarno e Curtas de Vila do Conde.

A sessão de Outubro, acontece no último dia do mês, 31, na sede do Cineclube de Guimarães. Como sempre, a entrada é livre. O início está agendado para as 22h00.

“Água Mole” de Alexandra Ramires (Xá), Laura Gonçalves

“Thursday Night” de Gonçalo Almeida

Negah (Gaze) de Farnoosh Samadi

#22 Negah (Gaze)

CARTA BRANCA | Sara David Lopes

still-4.jpgCo-directora do Festival OLHARES do MEDITERRÂNEO – Cinema no Feminino

 

Negah (Gaze) de Farnoosh Samadi

Irão | fic | 2017 | 15′

 

Sinopse: Na viagem de autocarro do trabalho para casa, uma mulher testemunha algo ilícito a acontecer e a decisão moral de denunciar publicamente a situação, torna o restante caminho numa tortuosa fuga cheia de ansiedade que somente a chegada a casa pode aplacar.

Com: Marzieh Vafamehr, Amirreza Ranjbaran, Pedram Ansari, Safoura Kazempour, Gholamreza Rahimi, Mehrdad Mohammadi, Kiana Asadi, Mehran Elhamifar e Babak Karimi

Argumento: Ali Asgari e Farnoosh Samadi

Direcção de Fotografia: Ashkan Ashkani

Montagem: Yalda Jebelli

Música original:  Navid Fashami

Produção: Pouria Heidary Oureh | Three Gardens Film

#22 “Thursday Night”

Sequence 010.jpg

“Thursday Night”, de Gonçalo Almeida

07’36’’; 2017

 

Com: Bimbo, Dakota

Realização/Argumento: Gonçalo Almeida

Direcção de Fotografia: JP Garcia

Som: Ania Przygoda

Montagem: Ricardo Saraiva

Música: Gonçalo Almeida, Zé Valério

Produção: Tiago Rosa-Rosso Carvalhas

 

Sinopse: Durante a noite, um estranho presta uma visita a Bimbo, para lhe entregar uma mensagem importante.

#22 “Água Mole”

am_7.jpg

“Água Mole”, de: Alexandra Ramires (Xá), Laura Gonçalves

09’15’’; 2017

 

Realização: Alexandra Ramires (Xá), Laura Gonçalves

Argumento: Alexandra Ramires (Xá), Carolina Freitas, Laura Gonçalves

Montagem: Alexandra Ramires (Xá), Laura Gonçalves

Música: Nico Tricot, Ricardo Santos Rocha

Som: Pedro Ribeiro, Pedro Marinho

Animação: Cátia Vidinhas, Inês Teixeira, Pedro de Almeida, Laura Gonçalves, Alexandra Ramires (Xá)

Voz Off: Conceição Esteves, Horácia Alves, Fernando Escaleira, Diamantino

Produção: Rodrigo Areias | Bando à Parte

 

Sinopse:  Os últimos habitantes de uma aldeia não se deixam submergir no esquecimento. Num mundo onde a ideia de progresso parece estar acima de tudo, esta casa flutua.

#21“Aginal”

Aginal 2

“Aginal”, de Welket Bungué | Curta Convidada

14’00’’; 2018

 

Com: Kristin Bethge, Welket Bungué

Realização/Argumento/Fotografia/Som: Welket Bungué

Edição: Welsau Bungué
Sinopse: Não se pode fotografar para esquecer. Kris Linn adora fotografar a natureza, mas esse deleite tem os dias contados porque a cada dia que passa vai-se esquecendo dos lugares por onde passou. Do Morro Dois Irmãos no Rio de Janeiro ao parque Tiergarten em Berlim, Kris procura o lugar perfeito para a fotografia perfeita que una a impermanência vívida da natureza e a presença do seu amigo Mayo.

#21 “Ivan”

Ivan 2

“Ivan”, de Bernardo Lopes

16’24’’; 2017

 

Com: Salvador Nery, Ana Luísa Costa, José Pimentão, Mauro Hermínio, Pedro Monteiro e Diogo Simão

Realização/Argumento: Bernardo Lopes

Direcção de Fotografia: : Pedro Arial

Som Directo: Tiago Inácio

Montagem: César dos Santos

Edição e Mistura de Som: Luis Pinto

Música: Henrique Silva

Produção: Mariana Mendes, Patrícia Encarnação e Adriano Ferreira

 

Sinopse: No dia do seu aniversário, Ivan enfrenta as consequências de uma adolescência imprudente e leviana.